• Med. Dentária Integrativa

A saúde oral do adolescente

Desde a infância até à adolescência, podem desenvolver-se cáries, traumatismos e alterações da erupção dentária que condicionam o estado de saúde e/ou uma incorreta relação entre os dentes. Estas alterações, em conjunto ou isoladamente, afetam negativamente a saúde em geral e a auto-estima dos jovens. Por isso, é importante que os bons hábitos de saúde oral sejam adquiridos e mantidos ao longo do crescimento, sendo aspetos primordiais para promoção da saúde oral desde tenra idade:

  • Adequada higiene oral, realizada diariamente, pelo menos duas vezes, com uso de fio dentário, escova e pasta dentífrica fluoretada;

  • Vigilância em consulta de Medicina Dentária, de 6 em 6 meses, para prevenção e diagnóstico precoce de patologia oral ou possível correção ortodôntica. Os dentes mal posicionados apresentam maior probabilidade de desenvolver cáries, perda precoce ou outros distúrbios, dada a maior dificuldade na higiene e a sobrecarga dos músculos mastigadores;

  • Limitar a ingestão de alimentos cariogénicos, cuja degradação através das bactérias produz um ambiente ácido, que afeta o esmalte dentário. Em alternativa, uma dieta diversificada, que contemple todos os grupos alimentares, será protetora da saúde em geral;

  • Evitar a ingestão, em excesso, de bebidas gaseificadas e de maior acidez (sumo de limão, laranja) que provocam erosão dentária;

  • Procurar acompanhamento médico especializado no tratamento de disfunções alimentares (bulimia e anorexia) associadas ao vómito. O seu conteúdo ácido provoca a erosão do esmalte dentário, situação passível de correção pelo seu Médico Dentista;

  • Não iniciar ou eliminar o consumo de tabaco, bebidas alcoólicas, drogas ou o uso piercings na cavidade oral. Sabe-se que o tabaco, em particular, se associa ao desenvolvimento de cancro oral;

  • Evitar a ingestão de café, vinho tinto, chá preto ou outras bebidas que pigmentem os dentes;

  • Utilizar protetores orais na prática desportiva, concebidos especialmente para o paciente numa consulta de Medicina Dentária.

A manutenção de uma boca saudável na infância e adolescência eleva a autoimagem e reduz a probabilidade de desenvolvimento de doenças da cavidade oral na vida adulta.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo